top of page

Dom Leomar é eleito presidente do Regional Sul 3 da CNBB


O Arcebispo Metropolitano de Santa Maria, Dom Leomar Antônio Brustolin, foi eleito presidente do Regional Sul 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, sendo ele o novo responsável pela Igreja no Estado do Rio Grande do Sul. Dom Leomar também foi escolhido para o cargo de presidente da Comissão Episcopal Pastoral para Animação Bíblico-Catequética da CNBB. As votações ocorreram durante a 60ª edição da Assembleia Geral da CNBB, que iniciou no dia 18 e foi encerrada em 28 de abril, em Aparecida – SP. Ambas as missões são válidas para o quadriênio 2023/2027.

A Presidência do Regional Sul 3 da CNBB conta, também, com Dom Cleonir Dalbosco, Bispo de Bagé, na Vice-Presidência e Dom Carlos Rômulo Gonçalves e Silva, Bispo de Montenegro, como Secretário. Dom Leomar, como presidente, destacou que o grupo quer dar continuidade ao trabalho que tem sido feito com muito êxito pela gestão anterior. “Com muita dedicação, vamos procurar caminhar na sinodalidade, isto é, escutando muito os anseios, as preocupações que há no Rio Grande do Sul para que a nossa Igreja possa ser cada vez mais madura, orante, samaritana”, destacou.

Sobre estar à frente da Comissão Episcopal Pastoral para Animação Bíblico-Catequética da CNBB, Dom Leomar ressaltou a grande preocupação em relação à transmissão da fé às novas gerações e a inquietude em relação a realidade social: “A comissão cuida de um dos desafios que, creio, é um dos maiores para todos nós. Como transmitir a fé às novas gerações? Como está a catequese? Como estão os jovens e crianças em nossas comunidades? Fica uma grade questão, estamos formando discípulos ou adeptos? Estamos sendo, de fato, seguidores de Jesus Cristo? Sei que o trabalho está sendo muito bem feito. Espero poder colaborar com a minha experiência e a minha forma de perceber a realidade e o desafio de iniciar na fé, formar discípulos missionários”.

No último quadriênio, Dom Leomar integrava a Comissão para a Doutrina da Fé e coordena a comissão responsável pelo processo de atualização das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, que está em andamento.




O QUE É A CNBB:

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) é a instituição permanente que congrega os Bispos da Igreja católica no País, na qual, a exemplo dos Apóstolos, conjuntamente e nos limites do direito, eles exercem algumas funções pastorais em favor de seus fiéis e procuram dinamizar a própria missão evangelizadora, para melhor promover a vida eclesial, responder mais eficazmente aos desafios contemporâneos, por formas de apostolado adequadas às circunstâncias, e realizar evangelicamente seu serviço de amor, na edificação de uma sociedade justa, fraterna e solidária, a caminho do Reino definitivo.


O que são os regionais da cnbb:

Em cada um dos 19 regionais, se reproduz a estrutura de organização da sede da CNBB, contanto com presidência e bispos referenciais das diversas áreas da ação evangelizadora da Igreja. Além disso, cada uma das unidades conta com sede e colaboradores para agilizar a organização da administração e da contabilidade, contando ainda com um secretário-executivo.


O QUE É O REGIONAL SUL 3:

O Regional Sul 3 é a representação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) no Estado do Rio Grande do Sul. É composto por arce/bispos de 18 circunscrições eclesiásticas, divididas em quatro províncias.

Integram a Província Eclesiástica de Porto Alegre as dioceses de Caxias do Sul, Montenegro, Novo Hamburgo, Osório e a arquidiocese de Porto Alegre. Já a Província Eclesiástica de Passo Fundo, no norte do Estado, é composta pelas dioceses de Frederico Westphalen, Erexim, Vacaria e a arquidiocese de Passo Fundo. No centro do Rio Grande do Sul temos a Província Eclesiástica de Santa Maria, com as dioceses de Santo Ângelo, Uruguaiana, Cruz Alta, Cachoeira do Sul, Santa Cruz do Sul e a arquidiocese de Santa Maria. Ao Sul, chegamos na Província Eclesiástica de Pelotas, com a arquidiocese que a nomeia e as dioceses de Bagé e Rio Grande.


O QUE SÃO AS COMISSÕES EPISCOPAIS PASTORAIS:

As Comissões Episcopais Pastorais promovem a pastoral orgânica nacional, com suas dimensões globais e setores especializados. Cada comissão responde pelo estudo, proposta e animação dos programas e projetos de seu âmbito de atribuições, em sintonia com as demais comissões, para garantia da unidade da pastoral orgânica. Existem também as comissões especiais. São eleitas pela Assembleia Geral e pelo Conselho Permanente da CNBB.


O QUE É A COMISSÃO PASTORAL PARA ANIMAÇÃO BÍBLICO-CATEQUÉRICA:

Tem por atribuição, a partir da Sagrada Escritura e dos Documentos do Magistério, contribuir para que as orientações eclesiais em matéria de Bíblia e evangelização na Catequese sejam implementadas. Ou seja, promove a formação cristã no país: como serão ministradas as catequeses e os estudos e ensinamentos da Bíblia.




Comments


bottom of page